quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Alcançando o inalcançável

Alcançando o inalcançável
Mauro Clark

Quem já pregou o verdadeiro Evangelho, enfatizando a salvação somente pela fé em Jesus Cristo, em algum momento deve ter ouvido algo do tipo: "E como ficam os índios, que nunca tiveram contato com a Bíblia? Isso não é justo!"
Embora o contra-argumento não seja tão simples, a maneira mais segura é se concentrar no poder de Deus para atingir a quem Ele quer, seja numa tribo das profundezas da floresta amazônica ou num remoto iglu na gelidez do Pólo Norte.


Meu propósito aqui é simplesmente lembrar que a própria Bíblia fornece um exemplo que bem ilustra uma situação em que Deus agiu para alcançar um homem numa situação altamente improvável.


Trata-se da conhecida história relatada em At 8.26-40, em que um oficial etíope, que tinha ido adorar a Deus em Jerusalém, inicia sua viagem de retorno à África. Ali estava um cidadão bem intencionado, piedoso, voltando de sua peregrinação à cidade santa. Por todas as evidências, aquela carruagem transportava um homem perfeitamente em paz com Deus. Mas o Deus que vê coração sabia que aquela alma precisava da salvação em Cristo.


O problema é que o oficial não estava entrando em Jerusalém, onde poderia encontrar alguém para lhe pregar a novidade do Evangelho. Mas ele estava saindo de Israel, para se embrenhar na ar idez africana. Como poderia ouvir de Jesus Cristo fechado numa carruagem em plena estrada deserta? Isso é contra todas as probabilidades! Mas o Deus dos impossíveis providenciou Filipe para falar de Cristo àqueles ouvidos ansiosos pela Verdade.

Deus é o mesmo hoje. Do alto da sua sabedoria e poder, Ele tem infinita criatividade para elaborar meios de levar a salvação em Cristo para quem, por quem, quando e onde Ele quiser. Louvado seja esse Deus!
E da próxima vez que alguém argumentar com você sobre o "coitado" do índio, além de contar a história do etíope e de Filipe, você bem poderia arrematar: "E tem mais, amigo: você não é índio. É melhor se preocupar com a própria alma e correr para Cristo!"

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário.

  ©Template by Dicas Blogger.