terça-feira, 19 de novembro de 2013

Fruto do Espírito - AMOR

Gl 5.13-22

Reparem que o "fruto" do versículo 22 está no singular, em contraste com as "obras" do versículo 19, que está no plural. O Espírito produz um único fruto, o que significa a unidade das Qualidades Espirituais. Quando realmente andamos pelo Espírito, não iremos ver um pouco, mas todas as partes do fruto do Espírito em nossas vidas.
Deus reduz tudo a um denominador comum – o andar pelo Espírito (vv16), o qual produz o fruto. O fruto do Espírito determina o caráter do cristão e cada parte do fruto constitui o padrão que deve ser visto na vida do crente. O fruto do Espírito é extremamente importante. É o indicador de que um homem é salvo (Rm 6:22; Ef 5:8,9). Se não houver nenhum fruto em sua vida, algo está errado, porque fruto é prova de que Deus está no trabalho, pois o salvo é a habitação do Espírito. Cristo fala que “pelos seus frutos os conhecereis” Mt 7:15-20, se somos Dele, então, devemos apresentar Seus frutos em nossas vidas.
Caminhar (VIVER) no Espírito produz frutos
A primeira parte desse fruto é amor. Agora, estamos definindo um único fruto. Portanto, não podemos ter a ideia de que trabalhamos no amor para depois produzir a alegria. Vamos ver o significado, o exemplo, a ordem e a fonte desse amor.

       I.            O SIGNIFICADO DO AMOR
O fruto é, em primeiro lugar, amor (ágape). A maior forma de amor, o amor incondicional. O amor é o dom supremo. Vejamos I Coríntios 13.13: "Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, e o amor estes três; porem o maior destes é," o que?, "amor".   A base da igreja é o amor, versículo 14 de Gálatas 5.  Toda a lei se cumpre numa só palavra. "Amarás o teu próximo como a ti mesmo." Esse amor é demonstrado na maneira que agimos com os nossos irmãos. Assim como as obras da carne e o fruto do Espírito são contrastadas nos versos 19-23, ceder à carne e servir uns aos outros através do amor são contrastadas nos versos 13 e 14. Isso mostra que o amor é o estilo de vida abrangente de quem produz o fruto do Espírito, é conduzido pelo Espírito, e anda pelo Espírito. Isto é confirmado pela referência à lei no versículo 14 e versículo 18. No versículo 18: "Se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei." No versículo 14, "Se você ama o seu próximo, você cumpre toda a lei."
 Amor não é emoção. É auto-sacrifício.  Deus provou seu amor para conosco, Romanos 5:8 . "quando éramos ainda pecadores", Cristo teve uma sensação de calor em nossa direção? É isso o que diz? " quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós."   Deus sempre define o amor bíblico em termos de auto-sacrifício.

Vamos ler  I João 3:16-17. Porque Ele deu Sua vida por nós. Vemos o amor ser definido. Não um sentimento, Ele sacrificou. E nós devemos dar a nossa vida para o irmão demonstrando esse amor. 

    II.            O EXEMPLO DO AMOR
O nosso maior exemplo de vida foi, é e sempre será o nosso Senhor Jesus Cristo. A maior demonstração de amor que a terra já viu foi realizada por ele. Veio ao mundo por amor. Morreu pelos pecadores por amor. Ele nos amou antes mesmo da fundação do mundo, de uma forma altamente incondicional. O amor que ele exige de nós é um amor elevado, sacrifical.
Deus nos amou quando éramos inimigos Dele. Quando fazíamos tudo que desagradava a Ele. Quando insultávamos o nome dele. Mesmo assim Ele nos amou, e nos ama. O versículo mais conhecido da bíblia é Jo 3.16.
A maior demonstração de amor que podemos ter para com o próximo é apresentando-lhe o evangelho. Você demonstra que ama uma pessoa é explicando o plano de salvação. O amor pode romper as barreiras. As pessoas percebem a diferença quando fazemos coisas que elas não esperam. Amar incondicionalmente é amar independente dos méritos do outro. Não é fruto da emoção, mas da vontade, resultado de uma decisão. Não depende da virtude do outro. Procura fazer o bem ao próximo sem levar em conta a maneira como ele nos trata. É o amor que decide contribuir para o bem do outro, não se baseando no que o outro diz ou faz. Isso é o amor incondicional.

 III.            A ORDEM DE AMAR
É nos dado este mandamento de amar assim. Devemos amar da maneira que Jesus amava pronto a sacrificar da forma como Ele sacrificou. 
Temos vários exemplos dessa ordem:
·         I Jo 3.16-17
·         Ef 5.1-2
·         Gl 5.14
·         Mt 22.34-40
·         Cl 3.12-15
·         Ef 5.25-29

 IV.            A FONTE DO AMOR
Só podemos agir dessa maneira quando temos o Espírito de Deus, em Rm 5:5  temos que "O amor de Deus está derramado (encharcado, transbordado) em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado."  O Espírito Santo é a fonte deste e de todas as outras manifestações do fruto do Espírito. 

    V.            Concluindo
É possível realizar os atos mais sacrificais imagináveis ​​para com outras pessoas e ainda não agradar a Deus. Dar todos os seus bens e sua própria vida, também, e aos olhos de Deus não ser nada. É possível ser elogiado pelo mundo como o maior filantropo ou o mártir mais devotado e ainda não agradar a Deus. Por quê? Porque o que agrada a Deus é andar no Espírito e sendo conduzido no Espírito e com o fruto do Espírito
Que possamos alimentar nosso espírito com a palavra de Deus para que possamos frutificar com bons frutos, com o fruto do Espírito.
Servindo com Alegria,

Henrique Prudêncio.

Read more...

  ©Template by Dicas Blogger.