sexta-feira, 26 de junho de 2009

O culto no lar




Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás aos teus filhos, e delas falarão assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.”

(Deuteronômio 6.6-9).

O meio mais comum e principal que Deus usa para salvar almas é a pregação de Sua Palavra. Mas Ele também pode usar o culto familiar, uma adoração em família, para salvar pais, mães e filhos que ainda estão perdidos e mortos nos seus pecados. A palavra adoração aparece freqüentemente nas escrituras, e por toda a Palavra vemos que Deus exige a nossa adoração (Mt 4: 10). Tanto comunitária (Sl 95: 1-5; Hb 10: 25), como individual (I Co 10: 31).

Edificar uma família centrada na Palavra (Mt 7: 24-27) é a essência da responsabilidade que Deus mesmo tem dado aos pais, e é um dever que cada pai deve abraçar alegremente, pois ele é sacerdote do lar. Formar uma família centrada na Palavra é uma alegria, não um trabalho penoso. Esta é a maneira que Deus planejou que fosse. A Palavra de Deus é o único alimento verdadeiramente sadio que os pais podem oferecer aos seus filhos, sem o risco de intoxicação ou envenenamento. (Mt 4.4) Infelizmente muitos lares não desfrutam desta bênção que é o culto familiar, preferem usar o tempo do Senhor em frente à TV, ou até mesmo conversando coisas que não edificam e que desagradam ao Senhor. Com isto o lar vai enfraquecendo e ruirá à menor investida do inimigo. Devemos valorizar aquilo que o melhor para nós, que é a Palavra de Deus.

“Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os

que a edificam... Herança do SENHOR são os filhos; o fruto

do ventre, seu galardão. Feliz o homem que enche deles a

sua aljava...” (Salmos 127:1a, 3, 5a).

“Grandemente se regozijará o pai do justo, e quem gerar a um sábio nele se alegrará” (Provérbios 23.24).

Os cabeças dos lares são responsáveis pela educação espiritual das suas famílias. Devem fazer tudo que podem para estabelecer e manter o culto familiar em seus lares. Quando pais não podem preencher este dever pessoalmente, eles devem encorajar suas esposas a levarem este preceito. Por exemplo, Timóteo se beneficiou grandemente das instruções diárias da sua mãe e avó tementes a Deus (II Timóteo 1:5; 3:15). É importante que pais e filhos leiam a Bíblia e orem juntos diariamente, como uma unidade familiar. Muitas famílias estão dispersas onde os membros delas não têm tempo de conversar um com o outro. Algo precisa ser feito para que a família não perca sua identidade como tal principalmente no que consiste às coisas espirituais. Um tempo precisa ser dado para a adoração em família. Se nossos lares são fortes, firmados na Palavra de Deus, com certeza a nossa igreja será forte, pois a igreja é formada por lares. Culto familiar fará de nossos lares um lugar mais abençoado de se viver. Ele os fará mais harmoniosos, mais santos. Culto familiar nos dará paz. Irá edificar a nossa igreja.

SUGESTÃO PARA UM CULTO FAMILIAR

A melhor orientação quem pode dar é o Espírito Santo, por isto ore pedindo ao Senhor graça para estabelecer o culto no seu lar.

  1. Todos os membros da família (crentes ou não) devem participar;
  2. Realize o culto mesmo que alguns teimem em não participar. Com o tempo todos irão participar;
  3. Comece com o louvor (dois ou três hinos/corinhos);
  4. Faça a leitura bíblica. Todos devem ler pelo menos um versículo. As crianças que ainda não sabem ler devem repetir enquanto alguém lê para elas;
  5. Se não houver alguém que explique as escrituras, faça uso de outros materiais.
  6. Ore apresentando as necessidades da família;
  7. Faça do culto familiar uma norma de vida para o seu lar.

Servindo com alegria,

Henrique Prudêncio


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário.

  ©Template by Dicas Blogger.